Abril pode terminar com neve no Sul

Argentina e Uruguai já estavam gelados no fim da tarde desta segunda-feira, com temperaturas que em geral não superavam os 15°C. Buenos Aires tinha cerca de 12°C e Montevideo, 14°C. Apenas áreas do extremo norte da Argentina tinham temperaturas entre 17°C e 20°C. O Paraguai também sentiu uma forte queda da temperatura. Depois dos tórridos 34°C na tarde do domingo, a capital paraguaia, Assunção, estava debaixo de temporal ao meio-dia desta segunda-feira e por volta das 17 horas a temperatura já havia baixado para 20°C.
Isto é só o início da atuação da grande frente fria que avança sobre o Brasil e pela Bolívia trazendo uma extensa e intensa massa de ar polar. Nos próximos dias, o ar polar se espalha pelo Brasil fazendo a temperatura baixar muito, de uma forma e ainda não ocorreu este ano.

Centro polar passa sobre o Sul do Brasil
O centro (região mais fria) desta massa polar vai avançar sobre o Sul do Brasil entre os dias 28 e 30 de abril fazendo a temperatura baixar muito. Quanto mais próximo do centro da massa polar, maior é o frio. As madrugadas destes dias serão geladas na Região Sul e várias áreas dos três estados vão registrar temperaturas próximas zero grau e até negativas.
No mapa, o centro da massa polar é representado pela letra A e vai avançar sobre o Rio Grande do Sul.

climatempo 1

O frio vai provocar geada ao amanhecer, que poderá ser ampla e até com moderada a forte intensidade em alguns locais do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Há chance de gear na Grande Curitiba ao amanhecer da quinta-feira
Os mapas mostram simulação do risco de geada. O tom de vermelho indica o risco mais alto do fenômeno ocorrer. Confira a previsão para a Região Sul e para a cidade e previna-se da geada.

climatempo2

 

climatempo3
Possibilidade de neve
Esta forte massa polar que está invadindo o Brasil está tendo força para esfriar a atmosfera até nas suas camadas superiores. Esse ar cada vez mais gelado vai persistir sobre o Sul por toda a semana. Com o frio intenso e umidade que ainda estará chegando sobre a região serrana entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, há uma possibilidade de queda da neve nestas áreas.

Os ventos (setas azuis) do ciclone extratropical (centro de baixa pressão marcado pela letra B) jogam umidade para a região das serras do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. O centro da massa polar (A) provoca o frio intenso.
A chance de nevar está sendo considerada entre a noite de quinta-feira, 28 de abril, e madrugada de sexta-feira, dia 29, mas apenas para as regiões mais elevadas, acima de mil metros de altitude, da serra gaúcha e catarinense. Assim, há poderia nevar em cidades como Urubici (SC), Urupema (SC), São Joaquim (SC) e São José dos Ausentes (RS)
No decorrer da sexta-feira, a nebulosidade diminui e já não haveria mais possibilidade de nevar.
Nos mapas de simulação de ocorrência de neve feito em supercomputadores, a mancha azul indica a região onde poderia haver queda de neve.

 

 

climatempo4
Neve em Córdoba (Argentina)
Algumas áreas na região serrana da província argentina de Córdoba registraram queda de neve na manhã da segunda-feira, 25 de abril. A neve cai na área de La Cumbrecita. A província de Córdoba fica na região central da Argentina, onde não é comum nevar em abril. A neve é comum na região da Patagônia.
O jornal local El Diário dá destaque para o fenômeno e informa sobre a continuidade do frio intenso no decorrer da semana. No quadro à direita, das notícias mais lidas, as matérias sobre o tempo ganharam destaque.

FONTE: CLIMA TEMPO

Para Comentar você deve estar logado :P